Dia 26 (5ª feira) – TERTÚLIA ACADÉMICA - na Sede, às 17h00

 

Apresentação por Manuel Marques Inácio dos livros “A Princesa do Mondego” e “O Filho do Marquês” que iniciam uma trilogia da autoria do açoriano Eurico Machado Costa que descreve Coimbra, sua vivência e tradições Académicas.

No final, um pequeno beberete e actuação do Grupo “Porta Férrea” Não faltes!

Inscrições: na Sede ou pelo Tel. 218 494 197, até ao fim do dia 25 de Janeiro.

 

princesa 2             o filho do marqus

 

Eurico Machado Costa

Nascido em Ponta Delgada, Eurico Machado Costa descende de uma família de jornalistas e escritores, que fundou o “Diário dos Açores”, o quotidiano mais antigo do arquipélago. Não tendo enveredado pelo jornalismo, acabou por ir estudar para a Universidade de Coimbra, onde se licenciou, em Economia, e conheceu uma tricana, com quem veio a casar.

Não tardou a apaixonar-se pela “cidade dos doutores”, onde continua a redescobrir e a desvendar veneráveis segredos que se perderam na noite dos tempos... Assume-se como um autodidata, dado o seu permanente espírito de curiosidade sobre os lugares de memória (em particular, a Velha Alta desaparecida) e as vivências de outrora. Desde cedo, tornou-se num leitor compulsivo, apaixonando-se por diversos géneros literários, tendo a sua predileção acabado por ser o romance.

Durante muitos anos, lecionou Economia, no ensino público e, atualmente, é formador de empreendedorismo no IEFP. Acabou por aceitar o desafio de vários amigos, que o incitaram a escrever o seu primeiro romance, o qual tem subjacente a sua intenção de homenagear a cidade que o acolheu, há quase 30 anos.